5 dimensões dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em video

|


Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias são os 5 pilares dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável que, através de algumas fotografias alusivas a cada um deles, podem ser vistos nos vídeos disponíveis no canal de youtube no IMVF. Estes vídeos fazem parte da exposição sobre os ODS organizada pelo projeto “Redes para o Desenvolvimento: Educação Global para uma Cooperação mais eficiente”.

Vídeos disponíveis aqui

Em 2015, numa cimeira da ONU em Nova Iorque, 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável foram definidos, constituindo uma agenda de ação internacional com metas até 2030. Estes objectivos foram assumidos pelos 193 países das Nações Unidas, com o objetivo global de melhorar a qualidade de vida das pessoas e do planeta, e organizam-se numa agenda global dividida em 5 grandes dimensões: Pessoas, Planeta, Prosperidade, Paz e Parcerias.



1º P - Pessoas 
As Pessoas são uma das grandes dimensões de análise e ação previstas na agenda da ONU para o desenvolvimento sustentável, em parte porque o desenvolvimento das sociedades está associado à garantia de uma vida mais digna e igualitária, mas também porque as sociedades se distinguem pela forma como as pessoas vivem.



2º P - Prosperidade
Se as Pessoas são o primeiro pilar do desenvolvimento sustentável, os moldes em que as suas vidas decorrem são o segundo. A Prosperidade é, assim, uma das grandes dimensões de abordagem da ONU para o desenvolvimento, porque as vidas devem ser vividas com dignidade, e essa dignidade só pode existir na medida em que possa ser suportada.



3º P - Planeta 
Desde a década de 1960 que as preocupações com a sustentabilidade do nosso Planeta têm vindo a conquistar espaço no planeamento dos países, dado o reconhecimento do carácter não-renovável da maioria dos recursos naturais explorados pelas nossas sociedades modernas. Apesar disso, os nossos hábitos de consumo implicam um risco cada vez maior para a sustentabilidade dos ecossistemas do planeta, seja pela sobrecarga na produção de comida e uso de água potável, seja pelos efeitos cumulativos dos níveis de poluição atmosférica nas alterações climáticas - e na primeira década do século 21, as emissões de CO2 aumentaram mais do que em cada uma das 3 décadas anteriores. Aquecimento global, degelos, aumento do nível do mar, desertificação, têm por sua vez efeitos catastróficos nas sociedades humanas.



4º P - Paz 
No sentido de garantir sociedades mais justas e livres, a agenda da ONU pretende, até 2030, reduzir as formas de violência e abuso, exploração, tráfico e tortura, assim como os fluxos ilegais de dinheiro e armas. Promover o Estado de Direito, e garantir o acesso universal à justiça e à cidadania democratizada, inclusiva e participativa a todos os níveis, são por isso objectivos fundamentais.



5º P - Parcerias 
Quanto às Parcerias para o Desenvolvimento, a existência de mercados globais, tanto de matérias-primas, como de bens e serviços transformou a estabilidade financeira global num delicado equilíbrio de interdependência internacional. Os sistemas de crédito e de assistência financeira internacionais têm tido um papel cada vez mais forte na assistência aos países em desenvolvimento, sendo que em 2014 a assistência externa chegou aos 135,2 biliões de dólares, o valor mais alto de sempre. Também o acesso às comunicações apresenta disparidades ao nível internacional, com a esmagadora maioria dos não utilizadores de Internet a encontrar-se nos países em desenvolvimento.



A exposição "Os Objetivos Globais de Desenvolvimento Sustentável", inaugurada em março na Futurália (FIL), está agora patente na Biblioteca Municipal de São Domingos de Rana, em Cascais. De seguida vai continuar a percorrer alguns munícipios que integram a Rede Intermunicipal de Cooperação para o Desenvolvimento (RICD). Conheça o calendário completo aqui.
 
Partilhar  Partilhar no Facebook Partilhar no Twitter Partilhar no LinkedIn